Projecto

Procurar no texto: Estado, Escola e Diversidade: Capacitação, Universalidade e Equidade Processual
Coordenador: Maria Margarida Monteiro Marques
Investigadores: Francisco Paulo Viana Lima da Costa
Joana Margarida dos Santos Lopes Martins
João Camacho Cancela
Investigadores Não Pertencentes ao CESNOVA:
Resumo:

Pretende-se, com o projecto ‘Estado, Escola e Diversidade’, averiguar de que forma o sistema público reage à diferenciação nos públicos escolares e como os Professores, enquanto actores centrais das escolas, constroem a incorporação. Interessa-nos particularmente conhecer as respostas aos novos desafios trazidos pelas migrações internacionais, pelo que as perguntas se concentram especificamente no caso dos alunos filhos de migrantes. Considera-se como aluno de ascendência migrante todo o aluno, de nacionalidade portuguesa ou estrangeira, cujos progenitores ou pelo menos um dos progenitores tenha(m) vivido uma parte significativa da sua vida noutro país (por exemplo, alunos cujos pais estiveram emigrados em França ou no Brasil e que retornaram a Portugal; filhos de retornados das ex-colónias africanas, vindos directa ou indirectamente para Portugal após as independências; filhos de pessoas vindas da Ucrânia, da Alemanha, do Brasil, de Inglaterra, de Cabo Verde, etc., e que elegeram Portugal para residir, definitiva ou temporariamente). O inquérito, em curso desde o início de Setembro de 2009, é totalmente anónimo e dele foi dado conhecimento às estruturas responsáveis do Ministério da Educação. A participação de todos os docentes seleccionados é absolutamente indispensável, quer para garantir representatividade estatística aos dados, quer para a produção de resultados realmente significativos e úteis para a escola e o país. O projecto ‘Estado, Escola e Diversidade’ é da iniciativa do CesNova, centro de investigação científica da Universidade Nova de Lisboa, e é financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, ao abrigo do contrato IME/SDE/81861/2006. Neste projecto pretendemos continuar a explorar uma linha de investigação iniciada em investigações anteriores, incidindo sobre as respostas do Estado democrático aos desafios da diversidade. As migrações e a escola pública constituem-se como oportunidades ideais para explorar esta linha de indagação. O principal objectivo do projecto consiste em promover o entendimento da escola enquanto instituição-chave para a integração de uma população demográfica e culturalmente diversa. Este projecto deve ser entendido como a segunda fase de um inquérito iniciado em 2004 (IME/SOC/49911/2003), que analisou as percepções sobre a escola, as performances escolares e as expectativas de transição escola-mercado de trabalho por parte dos estudantes, comparando de forma sistemática os desempenhos, os comportamentos e as atitudes dos filhos de imigrantes com os dos filhos de autóctones.
 

Site

Palavras-chave:
Grupos de Trabalho: GT1 - Modernidade Portuguesa e Sociologia Histórica Comparada,
Data de ínicio: 2007
Previsão de fim: 2010
Parcerias:

ESCXEL Projecto Rede de Escolas de Excelência
IMISCOE International Migration, Integration and Social Cohesion

Entidades Financiadoras:

Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT)

Projecto: IME/SDE/81861/2006

02 de Dezembro 2012

 
 Level A conformance icon, W3C-WAI Web Content Accessibility Guidelines 1.0 Acessibilidade[D] Concepção e desenvolvimento: Plug & Play