Projecto

Procurar no texto: Crise da sociedade salarial: redes de solidariedade, recursos e estratégias de auto-organização do trabalho para a geração de renda e reprodução social das famílias pobres do Cerrado Norte Mineiro
Coordenador: Luciene Rodrigues
Investigadores: Antônio Dimas Cardoso
Casimiro Manuel Marques Balsa
Investigadores Não Pertencentes ao CESNOVA:

Maria Elizete Gonçalves (UNIMONTES)
Yara Mendes Cordeiro Araújo(UNIMONTES)
Gilmara Emília Teixeira (UNIMONTES)

Resumo:

Diversos estudos mostram que face às mudanças na sociedade, o agravamento das condições de emprego e a falta de perspectivas de geração de renda a partir dos modelos tradicionais de crescimento da economia, têm surgido novas redes de solidariedade perceptíveis no campo da Economia Solidária e em outras ações no âmbito comunitário. Um dos maiores motivos da existência das redes de solidariedade dos setores populares na economia seria quando as pessoas vêem-se excluídas do emprego, dos processos de desenvolvimento, da distribuição de renda e do sistema econômico oficial e muitas delas então decidem por unir-se aos seus pares para formarem juntas estratégias de manutenção da vida. O que se observa é diversas atividades econômicas que desconectadas do grande capital monopolista passam a ser exercidas por pequenos trabalhadores autônomos, entre famílias e cooperativas de produção dentre outras atividades inseridas, sobretudo na informalidade. Dentre as estratégias desenvolvidas pelos setores populares, nesse estudo destacamos aquelas inseridas no âmbito da Economia Solidária, sem deixar, contudo de registrar outras ocorrências de atividades econômicas que emergem no espaço comunitário como estratégias possíveis para o enfrentamento das questões sociais, sobretudo do desemprego. Nesse sentido, é que propomos esse projeto de projeto de Pesquisa: “Crise da sociedade salarial: Redes de solidariedade, recursos e estratégias de auto-organização do trabalho para a geração de renda e reprodução social de famílias pobres do Cerrado norte mineiro”. A proposta do estudo é fazer uma análise das experiências econômicas de modo a observar seus aspectos organizativos sociais e culturais que apontam para outras formas de gerir o desenvolvimento social e territorial.

Palavras-chave:
Grupos de Trabalho: GT2 - Políticas Públicas e Responsabilidade Social,
Data de ínicio: Agosto de 2010
Previsão de fim: Fevereiro de 2012
Parcerias:

UNIMONTES (Brasil)

Entidades Financiadoras:

CNPq (Brasil)

13 de Setembro 2012

 
 Level A conformance icon, W3C-WAI Web Content Accessibility Guidelines 1.0 Acessibilidade[D] Concepção e desenvolvimento: Plug & Play